Um museu aeroespacial pode nos mostrar máquinas inesquecíveis de diversas épocas. Você já visitou algum? Veja ótimas opções para você conhecer!

Sobretudo, um museu aeroespacial nos remete a inúmeras lembranças históricas. Máquinas inesquecíveis de diversas épocas ficam bem diante dos nossos olhos.

Então já que não podemos ser testemunhas de todos os tempos da história, os museus vem com esse objetivo: trazê-los até nós. Você já foi a algum museu aeroespacial? Se não, confira nosso post e saiba o que esperar ao visitar um!

Museu aeroespacial

Mostrar uma trajetória de coragem, inventividade e tecnologia em torno da arte de voar. A princípio, essa é a promessa de um museu aeroespacial, também chamado de museu aeronáutico. Ao todo, são mais de 600 espalhados no mundo, de variados portes.

Todavia, nem todos são iguais. Alguns podem se dedicar à exposição de aeronaves (de variadas categorias), outros à pesquisa e à restauração de aeronaves antigas e clássicas, dentre outras propostas.

De fato um museu aeroespacial nos da uma noção da evolução da aviação e da astronáutica com as inovações tecnológicas. O aprimoramento dessa modalidade de transporte dependeu diretamente dessas criações.

Aviões clássicos que mais marcaram a evolução da aviação

Nos diversos museus aeroespaciais espalhados pelo mundo, podemos encontrar os aviões clássicos que mais marcaram a evolução da aviação. Portanto separamos alguns para que você conheça:

museu aeroespacial

  • Lockhead SR-71 Blackbird: o avião mais rápido foi feito pelo Exército dos EUA para realizar reconhecimentos estratégicos de longo alcance. Seu último voo ocorreu em 1999, mas ainda mantém o recorde do voo mais rápido já registrado na história da aviação, atingindo 3.529 km/h.

  • Spitfire: foi o único avião fabricado na Segunda Guerra Mundial e foi amplamente usado pela Força Aérea Real Britânica e países aliados.

  • Havilland Comet: foi o primeiro avião comercial a jato.

  • Messerschmitt Me 262: primeiro avião militar de caça a jato, criado pelos alemães na década de 40.

  • Concorde: um dos dois únicos jatos que realizou voos supersônicos transportando passageiros comerciais. Seu primeiro voo foi em 1969, e o último em 2003. É o mais famoso do mundo.

  • Boeing 747: primeiro avião da categoria Jumbo que transporta muitos passageiros.

  • Impulso Solar: aeronave movida pela energia da luz solar.

Principais museus aeroespaciais internacionais

Ao redor do mundo, podemos encontrar centenas de museus aeroespaciais. Entretanto, há dois museus que merecem destaque, especialmente por não exporem somente aeronaves, na Alemanha.

museu aeroespacial

Só para ilustrar, o Auto & Technik Museum mistura carros esportivos, blindados militares e aeronaves. Ainda assim, ele é o único museu aeroespacial em que se encontra um Concorde e um TU-144 com acesso ao interior. Já o Technik Museum Speyer possui carros, aeronaves, barcos, trens e até um submarino.

Outro país com destacáveis museus aeroespaciais são os Estados Unidos, onde está:
  • Museu Nacional do Ar e do Espaço: administrado pelo Smithsonian Institute, é o maior museu do mundo dedicado à aviação e ao espaço. Possui diversos modelos de aeronaves e tipos de tecnologia.

  • Centro de Aviação “Future of Flight” e Tour Boeing: é um centro aeronáutico que realiza passeios à fábrica da Boeing, permitindo o acompanhamento da construção de Boeings 747, 767, 777 e 787.

  • Museu Aeronáutico e Espacial de Pima: é um dos maiores museus de aviação em extensão do mundo. Possui coleção de veículos espaciais, mais de 300 aeronaves e mais de 125 mil artigos catalogados. A aeronave presidencial de John F. Kennedy e os “Air Force One” usados por Nixon e Johnson, estão por lá.

  • Museu Nacional da Força Aérea dos Estados Unidos: maior e mais antigo museu militar de aviação no mundo.

Há também museus aeroespaciais em outras partes do mundo, como:
  • Museu do Espaço e da Aviação (Canadá): detém um dos acervos mais caros de museu aeroespacial, incluindo aeronaves nacionais e aviões militares da Primeira Guerra Mundial.

  • Museu Aeronáutico e Espacial de Paris (França): situado no aeroporto Le Bourget, o mais antigo na França, possui máquina mais antiga de voo, um planador Massia-Biot de 1879. É o único local no mundo a ter dois aviões Concordes em exposição.

  • Museu Aeronáutico de Yorkshire (Grã-Bretanha): maior museu aeroespacial independente do mundo.

Principais museus aeroespaciais nacionais

Inegavelmente, o MUSAL é o museu aeroespacial brasileiro mais conhecido. O maior e mais importante museu de aviação militar e civil do Brasil está no Campo dos Afonsos (RJ), berço da aviação brasileira.

Possui grande quantidade de aviões, com destaque para o primeiro protótipo do bandeirante, o lockheed Electra II, um viscount Presidencial da FAB e diversos caças, até um raro Focke-wulf 58.

Por outro lado, o outro museu aeroespacial bastante conhecido no Brasil está com as portas fechadas. Era o Museu Asas de um Sonho, da TAM, que se situava em São Carlos (SP).

Com um acervo rico e bem-organizado de aeronaves civis (Constellation, Fokker 100) e militares (jatos Mig-15, Mig-21, Mirage III, Spitfire e Messerschmidt 109), há uma tentativa de levar o museu para uma nova sede, em São José dos Campos (SP).

Enfim, conhecer um museu aeroespacial pode ser uma experiência incrível não só para os amantes da aviação. O passeio pela história nos traz muitos sentimentos e conseguem demonstrar como chegamos à época em que drones são comuns.

Conheça o Aeroporto Terravista

Facebook Comments

Precisa de ajuda? Fale conosco