Se você está à procura de entrar em harmonia com a natureza e conhecer parques ecológicos e reservas incríveis, a Bahia tem a resposta pra suas perguntas!

Em meio às grandes metrópoles e os centros urbanos, a Bahia esconde diversas áreas verdes preservadas e parques ecológicos. A princípio, essas áreas, repletas de espécies de animais e plantas naturais, tem papel importante para o equilíbrio sustentável não só da Bahia, mas como do Brasil todo em si.

A Bahia e seus tesouros

Quando se fala em biodiversidade, a Bahia tem muito a oferecer. Portanto, você já deve ter ouvido falar nas lindas praias espalhadas por todo o estado. Porém, seu verdadeiro tesouro escondido, está mais adentro da mata verde e alta que compõe os parques ecológicos da região.

parques ecológicos

Na teoria, biodiversidade é o conjunto de todos os seres vivos presentes numa determinada região ou área. Isto é, a riqueza e a variedade do mundo, a diversidade biológica de um ecossistema.

Assim, muitas áreas são preservadas a fim de mante-las longe dos riscos trazidos pelo processo de urbanização. Esse crescimento desgovernado das áreas urbanas acabam prejudicando muitos animais e plantas silvestres que muitas vezes morrem devido a ações humanas.

As áreas preservadas são chamadas de reservas ou parques ecológicos, e muitas vezes são abertas ao público. Logo, possuem trilhas, piscinas naturais, cachoeiras e outros bens naturais da região.

A Bahia é privilegiada nesse quesito, pois possuí ao todo, três biomas diferentes. No interior (nas fronteiras de Tocantins, Goiás e Piauí) o Cerrado mostra suas cores. Indo para o Norte, a Caatinga predomina as grandes áreas de aridez.

No sul (sentido Trancoso), o bioma predominante é a Mata Atlântica, muito bem preservada e de grande importância para o país. Além disso, conta com o belíssimo bioma marinho e costeiro que compõe todo o litoral da região.

Com o intuito de proteger esse patrimônio tão importante, a Bahia  possui em média, 200 unidades de conservação ambiental. Entretanto, segundo o Cadastro Nacional de Unidades de Conservação, somente 15 dessas 200 unidades são parques ecológicos.

Os parques ecológicos da região

Diante dessas 200 unidades de conservação, separamos o que acreditamos ser as mais belas áreas de preservação natural da Bahia.

Parque São Bartolomeu

parques ecológicos

O Parque São Bartolomeu é uma das maiores reservas em área urbana do país. Com 75 hectares de preservação da Mata Atlântica, o parque tem grande importância histórica para a região.

A área, já foi lar dos tupinambás e de uma aldeia de jesuítas que chegaram ali durante o século 16. Além disso, foi palco para batalhas contra a invasão holandesa no século 17.

Enfim em 1826 foi criado no local o Quilombo dos Urubus, dizimado anos depois. As trilhas do parque também carregam uma carga histórica: foram usadas durantes as batalhas pela Independência do Brasil.

Parque Nacional Marinho dos Abrolhos

A reserva tem uma impressionante área de 90 mil hectares. Dessa forma, é composta por cinco ilhas em alto mar, e seu acesso acontece somente através de barco.

parques ecológicos

Para se chegar no Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, é preciso pegar um barco em Caravelas. Então, a barca sai da cidade no litoral sul baiano, e realiza uma travessia de 260km a partir de Porto Seguro.

Quem é apaixonado pelas belezas da vida marinha poderá ver de perto tudo que acontece em alto mar. Um fato curioso: de julho a novembro é possível ver o espetáculo das baleias jubartes de fora d’água, não é incrível?

Parque Nacional do Alto Cariri

Com 19 mil hectares de distância, o Parque Nacional do Alto Cairi no extremo sul baiano é uma experiência e tanto. Serra acima, o parque abriga cumes e montanhas com mais de 1.000 metros de altitude.

O parque, que fica a 150km de Porto Seguro, ainda é lar de diversas espécies de animais que habitam o local. Entre a reserva de mata atlântica, é possível encontrar espécies ameaçadas de extinção, como é o caso do maior primata das Américas: o muriqui-do-norte.

parques ecológicos

Parque Nacional da Chapada Diamantina

Criado na década de 80, a reserva é uma das mais excêntricas e icônicas do país. Com paisagens naturais belíssimas, o Parque Nacional da Chapada Diamantina é composto por mais de 150 mil hectares de Caatinga que se mescla com o Cerrado.

parques ecológicos

Devido a isso, a área é considerada uma zona de transição entre os dois biomas, o que contribui para a diversidade biológica existente ali. O parque, que se encontra no interior baiano, é rico em suas belezas naturais e localizado a 425 km de Salvador.

As Reservas Particulares de Patrimônio Natural do Complexo Terravista

No meio de toda a beleza natural de Trancoso, o Complexo Terravista também possui sua própria reserva natural. O empreendimento, abrange duas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), que totalizam 362,53 hectares de conservação de Mata Atlântica.

A isso, somam-se ainda 71 hectares de Reservas Legais, áreas onde a urbanização não é permitida. A área conta com uma grande biodiversidade composta por árvores centenárias e uma fauna excêntrica e típica de seu bioma.Além disso, os visitantes e hóspedes do complexo tem acesso privativo a uma das mais lindas praias de Trancoso: A praia das Tartarugas.

Parques Ecológicos

E você, quer se conectar com a natureza e viver uma experiência única? A Bahia com certeza é um desses lugares que você deve ter em mente se procura isso!

Foto de Wikipedia (2), Viagens BR, Terravista Brasil e Varela Notícias.

Conheça o nosso conceito!

Facebook Comments