Escolha uma Página

A proximidade do período de páscoa é sempre uma notícia animadora. Uma das festividades mais aguardadas, a páscoa é bem marcada pelos ovos de chocolate, pelo famoso coelhinho da páscoa e pela fartura de chocolates num geral. Porém, o seu significado vai muito além disso. Então, qual o verdadeiro sentido da páscoa?

A origem da páscoa

origem da páscoa

Antes de chegarmos a entender o sentido da páscoa, precisamos saber um pouco sobre suas origens. Podemos dizer que a páscoa possui duas origens: uma origem pagã e uma origem cristã.

Provindo dos rituais pagãos, datados de séculos antes do nascimento de Cristo, a páscoa originou-se dos cultos prestados à deusa “EE-ah-tra”, mais tarde nomeada “Eostre”. Ao final de março, os adoradores da deusa Eostre organizavam festivais como celebração à chegada da primavera. Diz-se que o nome da deusa Eostre sofreu algumas mudanças — na língua inglesa e na alemã — com o passar dos anos. Assim, chegaram às palavras usadas atualmente, “Easter” e “Ostern”, que significam páscoa.

A origem cristã da páscoa também data de antes do nascimento de Cristo. Festejava-se a libertação do povo hebreu do cativeiro egípcio. Naquela época, a páscoa ainda não era celebrada como uma festividade religiosa. Seu significado foi evoluindo com o tempo. Para os cristãos, a palavra “Páscoa” origina-se da palavra “Pessach” (palavra hebraica que significa “passar por cima ou passar por alto”)”, celebrando a ressurreição de Jesus, dois dias após sua morte.

Agora que você já sabe a origem da páscoa, talvez esteja se perguntando: de onde surgiram os ovos e o coelhinho da páscoa? O coelho foi escolhido como símbolo pascoal por representar a fertilidade (por conta da capacidade do animal de se reproduzir em grandes ninhadas). Além disso, a esperança de renovação da vida (pois os coelhos eram os primeiros animais a deixarem suas tocas no início da primavera). Já os ovos de páscoa significam o nascimento para uma nova vida e a esperança de fertilidade nos novos ciclos.

O sentido da páscoa

origem da páscoa

É claro, compartilhar presentes e chocolates é uma experiência muito divertida, assim como a famosa caça aos ovos que acontece na páscoa. Porém, é importante lembrarmos sempre do real sentido da páscoa e como ela nos afeta em nosso dia a dia, em nossas emoções e relacionamentos.

Sinônimo de vida e gratidão

Como vimos, a páscoa possui vários aspectos que remetem à vida. Entre eles, a comemoração à ressurreição de Cristo, os ovos, o coelho, e por aí vai. Então, por que não aproveitar essa data para celebrar o simples fato de estar vivo? Agradeça (a Deus, à natureza, ou a quem desejar) pela experiência da vida, ame com mais intensidade, pense no que você possui de mais valioso e — novamente — apenas agradeça!

Momento de paz e amor

Como uma celebração da ressurreição de Cristo ou a chegada da primavera, a páscoa sempre lembrará momentos de paz e amor. Portanto, use esse dia para amar mais plenamente, para dizer palavras gentis a quem você ama, para amar sem limites. Lembre-se também que este é um momento de paz. Então reflita, sorria e sinta-se em paz.

Oportunidade de “renascimento”

origem da páscoa

Relembrando o renascer de Cristo, renasça também! Aproveite para deixar para trás seus medos, ansiedades, rancores e remorsos. Pense nesse dia como o seu renascimento. Daqui para frente você será um novo ser — você só precisa se permitir a mudança.

Pensar no seu bem maior

Podemos resumir a festividade da páscoa em “reflexão”, por conta das inúmeras coisas boas às quais ela remete. Sendo assim, reflita sobre sua vida num geral. Qual o seu bem maior nesta vida? Você tem dado real valor a ele? Sem arrependimentos, encontre, entenda e valorize o seu bem maior!

Quer você acredite no sentido cristão da páscoa, quer não, todos podemos tirar proveito dessa data tão significativa. Então, que tenhamos uma páscoa cheia de amor, gratidão, prosperidade, paz e vida! Que tenhamos uma páscoa cheia de significados!

Quer seu evento no Teatro L'Occitane?

Facebook Comments

Precisa de ajuda?Fale conosco