Escolha uma Página

Que a Bahia é um destino maravilhoso, todos nós já sabemos. Por seu carisma, alto astral, belezas naturais, valor cultural e riquíssima culinária, a Bahia recebe todos os anos milhões de turistas vindos dos mais diversos lugares. Mas não podemos deixar de lado um dos mais belos conjuntos de patrimônios históricos da Bahia: as Igrejas Históricas.

A capital do estado, Salvador, já é repleta de Igrejas históricas belíssimas e cheias de história. Diz o folclore baiano que a cidade possui 365 igrejas, uma para cada dia do ano — embora, atualmente, a cidade já possua um número maior. Porém, esses marcos da arquitetura não estão presentes apenas em Salvador, mas em toda a Bahia. E nós vamos listar aqui 4, das centenas existentes, só pra te dar um gostinho dessas belezas extraordinárias!

Igreja e convento de São Francisco

igrejas históricas

Localizada no centro de Salvador, a Igreja de São Francisco é considerada uma joia do barroco brasileiro (e até mundial). Datada de 1723, a Igreja é totalmente uma obra de arte, possuindo esculturas nas paredes, colunas tetos e capelas. E detalhe: tudo folheado a ouro. Não é atoa que a obra levou 15 anos para ser concluída.

A Igreja junto com o convento, localizado no mesmo terreno, formam um belo conjunto arquitetônico. O conjunto foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o IPHAN, além de ser eleito como uma das 7 Maravilhas de Origem Portuguesa do Mundo.

Igreja do Quadrado de Trancoso

  igrejas históricas

Localizada num dos mais fantásticos cenários da Bahia, a Igreja do Quadrado de Trancoso é um destino indispensável para quem deseja conhecer as maravilhas históricas do estado! Dentro da construção exitem peças originais, como os altares, as imagens de São João Batista, São Benedito, São Sebastião e Santo André.

Trancoso foi, por anos, uma simples aldeia jesuíta, mas aos poucos foi ganhando fama por suas grandiosas belezas naturais e pelo carinho com o qual o povo local trata os visitantes. A Igreja do Quadrado de Trancoso reúne perfeitamente essas duas peculiaridades: a beleza natural e o povo caloroso. Isso porque o povoado local está estabelecido logo à frente da Igreja e ao fundo temos o mar, finalizando o conjunto.

Não é atoa que a Igreja é frequentemente escolhida para a realização de casamentos (tanto que existe até fila de espera para a escolha de datas). Além disso, são realizados belíssimos rituais tradicionais e festas religiosas com frequência no local. Saiba mais sobre a Igreja do Quadrado de Trancoso clicando aqui.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

Uma das Igrejas com maior peso histórico de Salvador, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos foi inteiramente construídas por escravos negros. Na época, os escravos não tinham permissão para entrar nas Igrejas do brancos e por isso resolveram construir a própria Igreja durante os intervalos de trabalho.

As laterais da Igreja são revestidas de azulejos portugueses, assinadas pelo artista Francisco Gonçalves da Costa. Um detalhe que chama a atenção é a presença de diversos santos de pele escura nas artes da Igreja. Diz-se que a construção demorou quase o século inteiro para ser concluída.

Catedral de São Sebastião

igrejas históricas

Embora não tenha grande peso como patrimônio da arquitetura, a Catedral de São Sebastião possui grande peso histórico em Ilhéus. A obra que foi iniciada pelo bispo D. Eduardo, levando mais de 30 anos para ser concluída, foi inaugurada em 1967.

A Igreja chama a atenção também por conta de seu tamanho: 48 metros de altura em sua abóboda principal. Palco de idealizações e sinônimo de sonhos realizados, a Catedral é muito considerada pelo povo Ilheense, principalmente pelos fiéis da região.

Poderíamos ficar o dia inteiro aqui falando sobre esses lindíssimos patrimônios culturais baianos e, ainda assim, não falaríamos sobre toda a história contida nas Igrejas Históricas da Bahia. Mas, diz aqui pra gente, o que você achou? Já visitou ou pretende visitar alguma delas? Comenta aqui em baixo!

Conheça mais sobre Trancoso

Facebook Comments

Precisa de ajuda?Fale conosco