Em 2018, a Icon Aviation em Parceria com a XTI Aircraft Company trazem ao Brasil uma inovação ao mercado nacional de aviação executiva: O TriFan600.

O mercado brasileiro de aviação executiva está prestes a inovar mais uma vez. A Icon realiza o primeiro pedido do TriFan600, ou seja, o primeiro avião híbrido-elétrico VTOL do mundo.

Icon Aviation e XTI Aircraft Company

A princípio a Icon é uma empresa brasileira de aviação executiva que fornece serviços para grandes empresas e para indivíduos. A empresa possui uma frota de aproximadamente 30 aeronaves diferentes. Atualmente, é a maior de jatos particulares da América do Sul.

Assim, a reserva da aeronave executiva TriFan600 aconteceu em parceria com outra empresa do ramo: a XTI. Com o propósito de um desenvolvimento em conjunto das duas empresas, a Icon traz o avião ao Brasil.

Aviação Executiva

Primeiramente, os protótipos da XTI foram lançados ano passado na feira NBAA em Las Vegas. Eventualmente, o programa de reservas de pré-vendas dessas aeronaves também. Assim, as reservas das pré-vendas também aconteceram na NBAA 2018, com um total de 64 aeronaves reservadas.

Segundo Robert LaBelle, CEO da XTI, o fato da demanda crescer é o reconhecimento do mercado a nossa proposta de um avião revolucionário e inovador, com tecnologia patenteada. Recentemente, a empresa confirmou que iniciará no próximo mês os primeiros voos testes dos protótipos TriFan’s.

O TriFan600

O TriFan600 é um dos últimos protótipos da XTI e tem a proposta de inovar o mercado da aviação executiva. A aeronave trás decolagem vertical com longo alcance e o conforto de um jato executivo. O novo modelo da XTI é realmente impressionante.

Seu sistema de propulsão é totalmente híbrido elétrico. Isto é, mais limpo e mais silencioso do que os demais jatos do mercado, se mostrando como um avanço para as viagens aéreas.

Aviação Executiva

Com seis lugares, o avião executivo trás uma proposta diferente dos demais. A XTI promete todo o luxo dos jatos executivos combinado com a capacidade de decolar e aterrissar de um helicóptero.

Usando três fans carenados, o avião ganha um aspecto aerodinâmico, reduzindo todo o atrito e a resistência gerada. Os fans também tem outra importante função no TriFan600, a decolagem vertical.

Os dois fans nas asas do avião giram para a frente e permitem uma transição sem emenda à velocidade na sua subida inicial. O avião pode chegar a 30.000 mil pés em cerca de 10 minutos.

Outro fator de destaque é sua velocidade e alcance, que promete levar os passageiros o mais rápido possível ao seu destino final. O avião chega a percorrer em velocidades de 555km/h com um alcance ininterrupto de 1.930km.

Quando o protótipo estava sendo criado, a XTI visava um avião que fizesse uma viajem rápida e eficiente como um jato executivo, mas com todo o conforto e luxo de uma cabine pressurizada.

As ações da XTI

Um fato interessante sobre a empresa é que você também pode investir nela. Em 2016 a XTI iniciou sobre as regras do regulamento A+ SEC uma oferta de ações a investidores credenciados e não credenciados por todo o mundo.

Acessando  o site http://www.startengine.com/xit-aircraft você pode comprar ações e investir em uma empresa aeroespacial em expansão e com grande potencial de crescimento. A oferta das ações funciona como um “crowdfunding” ou a famosa “vaquinha” brasileira.

Investidores credenciados podem participar de uma rodada da Série B da XTI equivalente a 25 milhões de dólares.

Enfim, a parceria entre a empresa brasileira com a empresa de Robert LaBelle é um importante passo para a expansão da aviação em território nacional. Isso serve para mostrar todo o potencial do nosso país para o mercado da aviação executiva.

Fotos de XTI Aircraft e AINonline.

Conheça o Aeroporto Terravista